Fisco cruza contratos de luz e água para apanhar rendas ilegais

O prazo para as empresas de água, luz, gás e telefone fixo começarem a comunicar ao fisco os dados dos contratos foi alargado até novembro, mas a informação terá de refletir todo o ano de 2015. Objetivo: permitir à Autoridade Tributária e Aduaneira cruzar ...



fonte da notícia: Dinheiro Vivo:  Dinheiro Vivo - Economia
categoria da notícia: Economia / Fisco
notícia publicada: 08/05/2015 00:10:00

Economia

Dinheiro Vivo