António Costa admite adiar aumento de capital da CGD para 2017

Em entrevista ao Público, o Primeiro Ministro admite avançar antes com a solução para retirar dos bancos o elevado crédito malparado. O aumento de capital da CGD diz que pode ficar só para o ano. A emissão de subordinadas tem de acompanhar o aumento de ca ...



fonte da notícia: Diário Económico:  Últimas Notícias
categoria da notícia: Finanças
notícia publicada: 03/10/2016 09:55:00

Finanças

Diário Económico